Como diminuir o desperdício de alimentos em restaurantes?

Como diminuir o desperdício de alimentos em restaurantes?

O desperdício de alimentos em restaurantes e outros estabelecimentos de comida é grave, porque compromete o negócio e aumenta os riscos de contaminação.

O desperdício de alimentos compromete todo trabalho e procedimentos nos restaurantes. Veja como resolvê-lo:

O desperdício de alimentos em restaurantes é um problema grave que acomete à grande parte do segmento, encarecendo a operação, reduzindo a margem de lucro e aumentando os riscos de contaminação cruzada nos ambientes – além de outros problemas.

A questão é que no Brasil, restaurantes e estabelecimentos de todo tipo de porte enfrentam essa dificuldade há anos. Segundo um levantamento da “World Resources Institute”, 41 mil toneladas de alimentos são jogados fora anualmente, sendo que os restaurantes são responsáveis por 15% desse desperdício.

O total de alimentos produzidos no mundo é de aproximadamente 3,8 bilhões de toneladas por ano. É comida suficiente para alimentar toda a população mundial, porém, mais de 820 milhões de pessoas ainda sofrem com a fome.

De acordo com a FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, os três maiores produtores mundiais são a China, os Estados Unidos e o Brasil.

No Brasil, são produzidos cerca de 353 milhões toneladas de alimentos por ano – principalmente grãos, carnes, frutas e hortaliças, açúcar, cacau e café, o que corresponde aproximadamente a 9% da produção mundial.

Onde ocorre o desperdício?

De acordo com a Embrapa, esse desperdício acontece em diversas etapas pelas quais passam os alimentos:

10% do desperdício ocorre ainda no campo; 50% no manuseio e no transporte,
30% na comercialização e abastecimento,
⦁ 10% vai para o lixo nos supermercados, restaurantes e em residências.

Tudo pela falta de implementação de processos e de cuidados que uma Consultoria Alimentar eficiente poderia evitar.

Como diminuir o desperdício de alimentos em restaurantes?

Seis dicas importantes são:

⦁ Manter os alimentos na temperatura recomendada;
⦁ Controlar o estoque de alimentos e as compras;
⦁ Acompanhar o retorno, produção x vendas, para não “encalhar” alimentos;
⦁ Treinar os funcionários do estabelecimento;
⦁ Incentivar a troca de ideias entre os colaboradores;
⦁ Adequar e aprimorar a segurança sanitária do ambiente de trabalho.

Como identificar onde ocorre o desperdício no restaurante?

Quando ainda antes de abrir, o restaurante gera muitos resíduos alimentares, restos de comida são jogados fora e outras porções descartadas, é preciso maior atenção com os procedimentos adotados na cozinha, ou seja, o desperdício é proveniente dos processos mal organizados como modo de preparo e manipulação dos alimentos.

Quando, por sua vez, há um aumento do resíduos orgânicos gerado enquanto o estabelecimento recebe os clientes, as atenções devem se voltar para as refeições que são servidas ao cliente. Ou seja, caso muitos pratos acabem com restos de comida, isso pode apontar para erros de porcionamento.

E ainda, caso o mesmo alimento tenha sobrado no prato de diferentes pessoas, é provável que o preparo não tenha agradado o paladar dos comensais.

É possível reaproveitar e evitar o desperdício de alimentos?

Sim! Os ingredientes que não chegaram à mesa do cliente e que estão em condições de uso devem ser reaproveitados para a preparação de outros pratos. Um exemplo clássico é utilizar o arroz ou a carne que sobrou de algum preparo para fazer bolinhos para a próxima leva.

Dentre outras dicas e orientações que só a Consultoria Alimentar pode conceder a você!

Consultoria Alimentar: a melhor consultoria de São Paulo!

Atendemos à empresas de diversos segmentos, em quaisquer situações e podemos lhe ajudar em tudo que a sua empresa precisar. Veja porque estamos no mercado há mais de 20 anos. Atendemos à toda São Paulo, incluindo regiões adjacentes do Tatuapé, como Mooca, Penha, Belenzinho, Vila Carrão, dentre outros.

Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?