RDC 216: Manejo de Resíduos no seu estabelecimento

RDC 216: Manejo de Resíduos no seu estabelecimento

Como cumprir a RDC 216: Manejo de Resíduos após a produção dos alimentos? Esta é uma dúvida frequente em muitos estabelecimentos. Veja o que determina a lei:

RDC 216: Manejo dos Resíduos
RDC 216: Manejo dos Resíduos e lixos transbordando

Você sabe como a RDC 216: Manejo dos Resíduos determina que seja feito o manejo de resíduos dentro dos serviços de alimentação? Sabe aqueles restos de comida e outros ingredientes que são jogados fora?

Então, o manejo de resíduos trata-se de um serviço importantíssimo e indispensável em qualquer estabelecimento do ramo de alimentos, e que é exigido pela Resolução RDC 216.

O que diz a RDC 216: Manejo de Resíduos?

Neste regulamento, a RDC 216: Manejo dos Resíduos, diz o seguinte no item 4.5:

  • 4.5.1 “O estabelecimento deve dispor de recipientes identificados e íntegros, de fácil higienização e transporte, em número e capacidade suficientes para conter os resíduos.”
  • 4.5.2 “Os coletores utilizados para deposição dos resíduos das áreas de preparação e armazenamento de alimentos devem ser dotados de tampas acionadas sem contato manual.”
  • 4.5.3 “Os resíduos devem ser frequentemente coletados e estocados em local fechado e isolado da área de preparação e armazenamento dos alimentos, de forma a evitar focos de contaminação e atração de vetores e pragas urbanas.”

Na prática, o quê fazer?

Ou seja, o estabelecimento tem a obrigação de dispor dentro da cozinha ou dos demais setores onde haja produção de lixo, lixeiras próprias e adequadas à coleta da quantidade de lixo descartada no local, com sacos próprios e que sejam trocados com frequência, sem que a lixeira transborde.

Muitos estabelecimentos com poucas lixeiras ou lixeiras muito pequenas, também obrigam ao manipulador manter um contato inadequado com o lixo, o que pode ser prejudicial à qualidade dos alimentos.

Portanto, as lixeiras precisam ter uma capacidade de volume adequada ao ambiente e de preferência um pedal, como a gente já conhece, para que os manipuladores não precisem tocar as mãos no lixo ao fazerem o descarte.

Outro detalhe importante, é que os resíduos devem ser frequentemente coletados e estocados em local fechado, isolado da área de preparação e armazenamento dos alimentos, de forma a evitar focos de contaminação e atração de vetores e pragas urbanas.

Vale ressaltar também que o lixo, após ser retirado da lixeira, deve ser colocado num local específico, de preferência fora do estabelecimento.

Muitos bares e restaurantes criaram uma espécie de “casinha”, onde os sacos de lixo são acondicionados de forma que os lixeiros possam recolher e que fiquem longe o possível da cozinha e preparação dos alimentos.

E como a Consultoria Alimentar pode te ajudar?

RDC: Manejo de Resíduos e Consultoria Alimentar
A Consultoria Alimentar pode lhe ajudar a aplicar a RDC 216: Manejo de Resíduos em seu estabelecimento. Saiba mais:

Imagine você, que após tanto investimento, o seu estabelecimento não siga tais normas, certamente será autuado e poderá ter as suas portas fechadas. Isto significa jogar fora todas as suas economias, o seu sonho em ter um negócio próprio e progredir.

As legislações podem variar conforme a localização do estabelecimento e ainda, existe uma uma série de medidas atreladas ao manejo de resíduos e que não podem ser tratadas de forma isolada.

Existem treinamentos próprios que podem preparar ainda mais o manipulador de alimentos para que se evite ao máximo a contaminação cruzada e possíveis riscos de intoxicação alimentar. Assim, uma vez que o estabelecimento siga os critérios da ANVISA, os clientes almoçarão, jantarão e confraternizarão mais tranquilos. Além disso:

  • O chefe demonstra também preocupação com o seu funcionário, motivando a equipe a dar o melhor de si;
  • Os lucros aumentam e economiza-se com despesas desnecessárias (imagine, por exemplo, ser autuado, pagar dezenas de multas e ainda perder clientes? Ou mesmo, ser processado por um cliente?);
  • Isto significa também menos exposição negativa na internet e redes sociais, em razão dos comentários pejorativos dos clientes;
  • Prevenção das doenças DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos), bem como a contaminação provocados pelo ambiente e funcionários do estabelecimento.

Entre em contato:

Entre em contato com a gente. A Consultoria Alimentar é o primeiro passo para que seu negócio tenha sucesso. Aqui, nós caminhamos lado a lado com você.

Atendemos à empresas de diversos segmentos, em quaisquer situações e podemos lhe ajudar em tudo que a sua empresa precisar. Veja porque estamos no mercado há mais de 20 anos.

Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?