Siga as normas de rotulagem dos alimentos e evite multas!

Siga as normas de rotulagem dos alimentos e evite multas!

Uma grande empresa do setor de alimentos recentemente recebeu uma multa de mais de R$ 10 milhões, por desobedecer às normas de rotulagem. Saiba como evitar!

Adeque seus produtos conforme as normas de rotulagem, com a equipe da Consultoria Alimentar. Entre em contato!

Se você produz alimentos e deseja fidelizar consumidores no mercado, precisa estar atento quanto às normas de rotulagem dos produtos e verificar se estão de acordo com o que a legislação exige. Os órgãos de fiscalização como o PROCON estão de olho!

As regras para a nova rotulagem de alimentos, aprovada em 7 de outubro de 2020 pela ANVISA, por exemplo, entrarão em vigor daqui 11 meses – para grandes empresas produtoras de alimentos – e daqui a 24 meses, para empresas de pequeno e médio porte.

Você já pensou em como reformulará os rótulos de seus produtos no mercado? Será que atualmente, você está cometendo alguma falha na sua rotulagem e não percebeu? Seu estabelecimento está preparado e atende à todas as exigências da legislação em vigor?

São inúmeros os cuidados desde o registro do alimento à distribuição e venda. Que tal contar com a Consultoria Alimentar e evitar prejuízos?

Evite multas em seu negócio!

Em razão de seu porte econômico, da gravidade da infração e da vantagem obtida, uma grande empresa do setor de alimentos, recentemente, foi multada pelo PROCON-SP em R$ 10 milhões por conta de um erro em um de seus rótulos.

O valor exato da multa foi de R$ 10.255.569,96.

Segundo o Procon-SP, em uma embalagem de cereal matinal da marca, que contém 330 gramas, a empresa não respeitou as normas de rotulagem, que prevê a discriminação dos ingredientes na embalagem, conforme a quantidade de cada um em ordem decrescente.

Ou seja, o ingrediente que estiver presente no produto em maior quantidade precisa vir primeiro, depois o segundo e assim por diante.

Ainda segundo o PROCON-SP, a empresa teria exposto à venda um produto em desacordo com as regulamentações nacionais de apresentação do mesmo e com isso, infringido de forma grave o CDC – Código de Defesa do Consumidor. As alegações nutricionais não estavam de acordo!

A empresa, por sua vez, defendeu que “atende rigorosamente a todos os requisitos legais, incluindo os referentes à rotulagem, e reconhece a importância do rótulo para a clareza de informações e educação do consumidor.”

No entanto, explica que não discriminou no rótulo o total de cereais integrais, por entender, segundo a marca, “que o conjunto deles [cereais] é o principal ingrediente do produto”.

A lei garante a segurança do consumidor com as normas de rotulagem!

É fato que a empresa ainda tem direito à defesa, mas a lei não foi cumprida e por falta de uma boa Consultoria no assunto.

Por mais que se recorra na Justiça, é o nome da marca que é veiculado sempre de forma mais negativa, por não cumprir a legislação, que visa maior qualidade e segurança alimentar a todos os consumidores.

Há ainda quem possa pensar: “Se não cumpre com a transparência na rotulagem do produto, o que se pode garantir sobre a qualidade do mesmo?”.

Percebe a importância de contar com uma Consultoria Alimentar presente em cada etapa de sua produção? E se essa situação acontecesse em sua empresa? Em sua indústria de alimentos e bebidas?

Como você ficaria perante o seu público?

Adequação à nova norma de rotulagem da ANVISA

A principal mudança dentre a nova norma de rotulagem que entrará em em vigor em 2022 diz respeito ao acréscimo de uma lupa, na parte frontal das embalagens. A lupa apontará a presença exagerada de gordura, sal, açúcar ou quaisquer ingredientes prejudiciais à saúde.

Os atuais dísticos (forma como as informações são publicadas) também serão modificados para maior compreensão das informações e a leitura.

Hoje, os dispostos nas prateleiras não possuem um padrão de tabela nutricional. Estas, aparecem em tamanhos, cores e letras diferentes.

Com esta nova norma, as letras do rótulo de informação nutricional dos alimentos deverão ser pretas, estampadas em fundo branco e sofrerão um aumento de tamanho da fonte – corpo de 6 a 10.

As informações técnicas também serão modificadas. A nova tabela deverá apresentar a quantidade de açúcar total e a informação sobre a quantidade de açúcar adicionado, de forma bem clara e visível.

As quantidades deverão ser de 100 gramas para sólidos ou semi-sólidos e 100 mililitros para líquidos.

Entre em contato:

Existem ainda outras mudanças que a sua empresa deverá promover para obedecer às normas de rotulagem e não ser multada. E pode ter certeza, os órgãos de fiscalização não vão flexibilizar qualquer autuação.

Não queira ser a manchete dos jornais de forma negativa. A Consultoria Alimentar está à sua disposição há mais de 20 anos, pronta para orientar quanto a essa mudança e preparar a sua empresa para um novo mercado.

Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 / (WhatsApp) 11 99228-8515 ou se inscreva nesse link e garanta já essa oportunidade. Faça acontecer.